As principais doenças relacionadas à otorrinolaringologia

O médico otorrinolaringologista atua no diagnóstico e tratamento de doenças que acometem os ouvidos, nariz, garganta, laringe e pescoço. Por ter uma atuação bem ampla, este profissional cuida desde problemas mais simples, como infecções agudas, até quadros mais complexos, por exemplo, tumores cerebrais e nasais. 

Mas quais são as doenças mais comuns tratadas por um otorrino em Uberlândia? Confira!

Índice

Sinusite

Apesar de ser uma condição comum, muitas pessoas não sabem o que é sinusite. A sinusite é a inflamação dos seios nasais, que ficam ao redor dos olhos e do nariz. A condição desperta sintomas como dor de cabeça, corrimento nasal e sensação de peso no rosto, em especial na testa e nas maçãs dele.

Normalmente, é provocada pelo vírus Influenza e por isso torna-se muito comum durante crises de gripe. No entanto, pode surgir também em razão do desenvolvimento de bactérias nas secreções nasais que ficam presas no interior dos seios nasais, como ocorre após as alergias.

Sintomas da sinusite

Os principais sintomas da sinusite são:

  • Coriza intensa;
  • Fortes dores de cabeça;
  • Nariz entupido;
  • Rosto inchado e avermelhado;
  • Febre;
  • Dores musculares;
  • Dificuldade para respirar;
  • Tosse;
  • Dor de garganta e ouvido.

Diagnóstico e tratamento da sinusite

Para diagnosticar a doença, o otorrinolaringologista observa os sintomas. Além disso, ele pode solicitar exames para um diagnóstico mais preciso. 

O tratamento da condição pode incluir remédios que aliviam os sintomas. Além disso, a inalação e colocar soro fisiológico no nariz podem ajudar a melhorar a consistência do muco, permitindo que ele saia com mais facilidade, diminuindo as dores e a inflamação.

A lavagem nasal também é uma alternativa muito interessante. 

Rinite

Com o surgimento do tempo seco, muitas pessoas notam o surgimento de espirros frequentes. Caso você tenha se identificado com a situação, provavelmente sofra de rinite, que se caracteriza como uma inflamação da mucosa nasal, provocando irritação, inchaço e obstrução do nariz. Assim, dá origem à coriza e a uma série de espirros. 

Sintomas da rinite

Entre os outros sintomas de rinite alérgica, podemos citar:

  • Coriza;
  • Nariz entupido;
  • Coceira no nariz, na garganta, nos olhos e no céu da boca.

Diagnóstico e tratamento da rinite

O diagnóstico da rinite é baseado na análise do quadro clínico, caracterizado pela presença dos sintomas. O uso de medicamentos descongestionantes, prescritos por um especialista, e a lavagem nasal são maneiras eficientes de amenizar os sintomas, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.

Desvio de septo nasal

Você sabe o que é desvio de septo nasal? O desvio de septo ocorre quando a parede que divide as narinas (septo nasal) é deslocada para um dos lados, o que causa a obstrução de uma ou ambas as narinas, tornando a respiração mais difícil. A condição varia de leve até grave e pode afetar pessoas de qualquer faixa-etária, que precisam visitar o otorrinolaringologista.

Ele é causado por uma série de fatores. Inclui o desenvolvimento anormal da cartilagem nasal no crescimento, lesão no nariz, pancada forte no rosto ou mesmo um parto complexo. Algumas pessoas já nascem com o desvio de septo, enquanto outras desenvolvem-o ao longo do tempo.

Sintomas do desvio de septo nasal 

No geral, o desvio de septo nasal não causa sintomas, além do desvio que pode ser observado visualmente. Entretanto, em alguns casos, os pacientes que possuem a condição podem apresentar nariz constantemente entupido, dificuldade para respirar, hemorragias nasais, ronco e outros.

Além disso, é importante lembrar que pessoas que possuem desvio de septo nasal estão mais propensas a desenvolver outras doenças relacionadas à otorrinolaringologia, como sinusite e rinite.

Diagnóstico e tratamento do desvio de septo nasal

Por meio da observação da estrutura do nariz é possível diagnosticar o desvio. No entanto, nos casos em que o desvio ocasiona sintomas, a realização de exames pode ser indicada, por exemplo, para avaliar a entrada e saída do fluxo de ar em cada narina.

Nos casos em que a doença causa sintomas ou incômodos com a aparência, o paciente pode ser submetido a um procedimento cirúrgico para a correção do desvio. Além disso, o uso de medicamentos e a lavagem nasal podem ajudar a minimizar sintomas, como nariz entupido.

Surdez

A surdez ou deficiência auditiva consiste na perda completa ou na diminuição da audição. Por existirem vários níveis, ela pode impedir ou somente dificultar a percepção de sons por parte da pessoa, que pode nascer surda ou se tornar, a depender da causa.

Sintomas da surdez

Alguns dos sintomas da surdez são:

  • Dificuldade de compreender as palavras;
  • Falar muito alto;
  • Sensação de ouvido tapado;
  • Dores de ouvido;
  • Intolerância a sons muito intensos.

Diagnóstico e tratamento da surdez

Para diagnosticar a surdez, a realização de exames é extremamente necessária e crucial. Dependendo da causa, a condição pode ter cura, por meio do uso de medicamentos para curar a infecção ou pela realização de procedimentos cirúrgicos.

No entanto, em casos em que não há cura, o uso de aparelhos auditivos pode ser essencial para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Amigdalite

A amigdalite é uma doença bem comum e representa 2% de todo atendimento feito nos ambulatórios médicos. Mesmo que se manifeste com maior frequência no período do inverno, ela pode ocorrer o ano inteiro, acometendo homens e mulheres igualmente. Sua frequência é maior entre crianças e adolescentes.

As causas mais comuns da amigdalite têm relação com infecções virais e bacterianas. Isso significa, portanto, que o quadro pode ser resolvido em pouco tempo sem maiores problemas, mas é de grande importância ir até uma clínica de otorrinolaringologia em Uberlândia para checar a condição.

Sintomas da amigdalite

Os principais sintomas da amigdalite são:

  • Dor de garganta intensa;
  • Dificuldade para engolir saliva e alimentos;
  • Falta de apetite;
  • Placas vermelhas, brancas ou amareladas nas amígdalas;
  • Febre;
  • Mau hálito;
  • Em alguns casos, pode causar dores de ouvido e cabeça.

Diagnóstico e tratamento da amigdalite

Ao analisar os sintomas apresentados e ao observar a garganta, o médico especialista pode fornecer um diagnóstico completo. Para tratar a condição, o otorrino pode indicar o uso de analgésicos e antiinflamatórios.

Encontre otorrinolaringologista no Complexo UMC!

É fundamental procurar um otorrinolaringologista para diagnóstico precoce e tratamento adequado das doenças otorrinolaringológicas. O tratamento pode incluir medicamentos, terapia, procedimentos cirúrgicos ou outras intervenções dependendo da causa e gravidade da doença. Por esse motivo, quando o assunto é a prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças, conte com o Complexo UMC.

Agende sua consulta com um de nossos especialistas e cuide da saúde!

Referências:

Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial

FAQ

Os exames otorrinos são complexos?

Não, a maioria dos exames otorrinos é feita em consultório e dura cerca de 10 minutos. Normalmente, o paciente sai com o diagnóstico na hora.

Qual a diferença entre rinite e sinusite?

A rinite é uma inflamação na mucosa das cavidades nasais que afeta cerca de 25% da população. A sinusite, por sua vez, é a inflamação na mucosa das cavidades paranasais, que chamamos de seios da face.

Existe testes para identificar alergias?

Sim, existe. Costuma-se realizar exames tanto no sangue quanto na pele para identificar se a pessoa possui alguma alergia.

Quando procurar pelo otorrino?

É importante se consultar com otorrinolaringologista quando notar dores e incômodos no nariz, garganta ou ouvidos, principalmente. Assim, é possível promover um diagnóstico assertivo e indicar o tratamento adequado.

Compartilhe: