Salmonella: o que é e como se proteger?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), anualmente cerca de 600 mil pessoas morrem de intoxicação alimentar, enquanto mais de 420 mil adoecem em decorrência da ingestão de alimentos impróprios para o consumo. A Salmonella está entre as causas.

Você sabe o que é Salmonella, quais os sintomas da infecção e como pode se proteger? Não se preocupe, estamos aqui para te ajudar! Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre essa bactéria:

Índice

O que é Salmonella?

A Salmonella, salmonelose ou gastroenterite por salmonellas, é uma condição médica causada pelo conjunto de bactérias Salmonella, que pertencem à família Enterobacteriaceae. 

Essas bactérias são microrganismos em forma de bastão e podem ser encontradas em diferentes ambientes. São responsáveis por contaminar alimentos, como ovos e carnes, ocasionando em sérios problemas de saúde, como infecções gastrointestinais.

A Salmonella pode causar dois tipos de doença: salmonelose não tifóide e febre tifoide.

Salmonelose não tifóide

Apesar de os sintomas da salmonelose não tifóide serem extremamente desagradáveis, o paciente fica doente por um período de tempo, com poucas chances de complicações mais graves. 

Febre tifóide 

Já a febre tifóide é mais grave, apresenta sintomas mais severos, uma vez que possui uma taxa de mortalidade maior que a salmonelose não tifóide.

Como a salmonella é transmitida?

A transmissão ocorre, principalmente, por meio do consumo de alimentos contaminados. Dessa forma, essa contaminação pode acontecer quando alimentos crus ou mal cozidos entram em contato com bactérias da Salmonella, que podem ser encontradas em carnes, ovos, leite não pasteurizado, vegetais crus e frutas. 

É importante pontuar que a Salmonella também pode ser transmitida de uma pessoa contaminada para uma pessoa saudável, principalmente em ambientes com práticas de higiene insuficientes. 

Além disso, a transmissão também pode ocorrer em outras situações:

  • Processamento de alimentos;
  • Armazenamento inadequado de alimentos;
  • Preparação em condições de higiene inadequadas;
  • Manipulação inadequada de alimentos;
  • Contato direto com pessoas infectadas.

Sintomas da infecção por salmonella

Os sintomas da Salmonella se manifestam entre 6 a 72 horas após o contato com a bactéria. No geral, os sintomas mais comuns são:

  • Diarreia intensa;
  • Nauseas e vomitos;
  • Febre de moderada a alta;
  • Fortes dores abdominais;
  • Calafrios;
  • Mal-estar;
  • Perda de apetite;
  • Emagrecimento;
  • Sensação de fadiga e cansaço.

Segundo o Ministério da Saúde, os sintomas costumam permanecer por cerca de 2 a 7 dias.

Como é feito o diagnóstico e o tratamento?

O diagnóstico da infecção por Salmonella pode ser feito por meio de exames laboratoriais de fezes, que podem identificar a presença da bactéria ou descartar a doença. 

Sendo assim, se você suspeitar de uma infecção por essa bactéria, mediante a identificação dos sintomas, é importante procurar um médico gastroenterologista, pois o tratamento adequado pode ajudar para uma recuperação rápida e consequentemente evitar complicações.

O tratamento da Salmonella envolve repouso e hidratação por meio da ingestão de líquidos devido à diarreia. Em casos mais graves, pode ser necessário o uso de antibióticos. 

Complicações da doença

Quando tratada corretamente, a maioria dos casos de infecções por Salmonella não representa complicações significativas ao organismo. No entanto, nos casos mais graves, a infecção pode afetar outros órgãos, ocasionando problemas mais sérios, como:

Septicemia

A infecção pode se espalhar para o sangue, resultando em uma condição extremamente grave, que leva o nome de septicemia.

Artrite reativa

Em decorrência da infecção, muitas pessoas podem desenvolver artrite. Uma condição que pode causar muitas dores nas articulações e grande inchaço.

Complicações neurológicas

Alguns casos raros podem resultar em alterações no sistema nervoso, causando sintomas moderados, como dores de cabeça, e até mesmo mais sérios, como convulsões.

5 dicas para prevenir o contágio

A prevenção é extremamente crucial para evitar a infecção por essa bactéria. Algumas dicas muito importantes são:

Cozinhe completamente os alimentos

As carnes, principalmente as aves e os ovos, estão entre as principais fontes de contaminação. Por esse motivo, uma das maneiras mais eficientes de se prevenir é certificar-se de que as carnes e ovos estejam cozidos completamente, para eliminar as bactérias da Salmonella.

Lave as mãos e utensílios

Antes, durante e após a manipulação de alimentos é crucial lavar as mãos. Além disso, é essencial lavar bem os utensílios de cozinha que foram usados na preparação de carnes cruas, evitando que eles entrem em contato com alimentos já cozidos.

Uma dica muito importante é utilizar tábuas diferentes para cortar carnes e vegetais. Dessa forma, é possível evitar contaminações.

Higienize as frutas e vegetais 

Não consuma frutas e vegetais crus antes de lavá-los. Essa é uma das maneiras mais eficientes de evitar uma contaminação cruzada entre alimentos crus e cozidos. Os produtos próprios de higienização, que podem ser encontrados em hortifrutis, são essenciais para uma higienização adequada e completa.

Não consuma leite cru

Dê preferência ao leite pasteurizado ou fervido, evitando o consumo do leite cru, que pode ser extremamente prejudicial para a saúde.

Armazene adequadamente os alimentos

Mantenha os alimentos na geladeira ou freezer, evitando que expô-los à temperatura ambiente por longos períodos. Essa é uma maneira de evitar o crescimento de bactérias.  

Quando procurar um médico?

Se você apresentar sintomas de infecção por Salmonella, como diarreia intensa, febre alta, desidratação, sangue nas fezes ou vômitos persistentes, é aconselhável procurar atendimento médico imediatamente. Caso você pertença a grupos de risco é muito importante redobrar os cuidados. 

Em casos mais graves, é crucial procurar o pronto atendimento para monitoramento dos sintomas e tratamento da condição.

Conte com o Complexo UMC!

Agende sua consulta no Complexo UMC e conte com uma equipe dedicada e especializada para cuidar da sua saúde. 

No Complexo UMC, os profissionais são comprometidos em fornecer atendimento de qualidade e serviços médicos abrangentes. Encontre o especialista que está procurando e cuide do seu bem-estar!

Referências:

Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN)

Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde

FAQ

Como a Salmonella é transmitida?

A Salmonella é principalmente transmitida por meio do consumo de alimentos contaminados, como carnes, ovos, produtos lácteos e outros.

Como a infecção por Salmonella é diagnosticada?

O diagnóstico é feito por meio de exames laboratoriais, que detectam a presença da bactéria.

Quando devo procurar um médico?

É necessário procurar um gastro em Uberlândia em casos de sintomas graves, se pertencer a grupos de risco, se os sintomas persistirem ou se acreditar que foi exposto a fontes contaminadas.

A Salmonella é perigosa para todos ou apenas para grupos de risco?

A Salmonella pode afetar qualquer pessoa. No entanto, os grupos de risco, como crianças pequenas, idosos, pessoas com sistema imunológico enfraquecido e mulheres grávidas, têm maior probabilidade de desenvolver complicações graves.

Compartilhe: