Angina no coração: o que é, sintomas, causas e tratamentos

Cerca de 14 milhões de pessoas no Brasil apresentam doenças do coração. Além disso, anualmente, ocorrem ao menos 400 mil mortes, número que corresponde a 30% dos óbitos no país. A angina no coração é uma das doenças cardiovasculares que afetam as pessoas.

Você sabe o que é angina no coração? Confira a seguir tudo o que você saber sobre essa doença, como sintomas, causas e tratamentos:

Índice

O que é angina no coração?

A angina é uma dor ou desconforto no peito, causada em decorrência da diminuição do fluxo sanguíneo do coração, ou seja,  quando o músculo cardíaco não recebe sangue e oxigênio suficientes. 

Nesse sentido, é possível afirmar que essa condição é o resultado do estreitamento das artérias coronárias, que são responsáveis por transportar o sangue rico em oxigênio para o coração. 

Tipos de angina

Existem diferentes tipos de angina, os principais são:

Angina estável

A angina estável é o tipo mais comum. Ela ocorre quando a pessoa realiza algum esforço ou passa por um momento de estresse, e consequentemente, tem uma redução parcial do fluxo sanguíneo.

Angina instável

A angina instável é mais grave. Isso porque, ela é causada por uma interrupção no recebimento de oxigenação do coração.

Angina variante

Já a angina variante ocorre por causa de espasmos temporários nas artérias coronárias, que resultam em obstrução temporária no fluxo de sangue ao coração.

Quais são os principais sintomas de angina no coração?

Os principais sintomas de angina no coração são:

  • Dor no peito;
  • Sensação de pressão e aperto no peito;
  • Dores que irradiam para os braços, pescoço e mandíbula;
  • Falta de ar;
  • Sudorese excessiva;
  • Náuseas;
  • Fadiga;
  • Taquicardia.

A maioria dos pacientes apresentam fortes dores nos peitos e nem sempre apresentam todos os outros sintomas. No entanto, é importante ressaltar que os sintomas e a gravidade podem variar de pessoa para pessoa.

Causas de angina

A angina no coração é causada pela redução do fluxo sanguíneo nas artérias coronárias. Essa redução pode ocorrer em decorrência de diferentes fatores, afetando diretamente a saúde e a qualidade de vida das pessoas.

A aterosclerose, condição caracterizada pelo acúmulo de placas de gordura nos vasos sanguíneos, é uma das principais causas de interferência no fluxo sanguíneo. No entanto, existem outros fatores que podem causar a angina, como anomalias e espasmos nas artérias, estreitamento das artérias em decorrência de inflamações, estresses físicos e emocionais, além de outras causas.

Pacientes sedentários, com hipertensão e histórico familiar de doenças cardiovasculares possuem tendência de sofrer com a condição

Como é feito o diagnóstico de angina?

Assim como outras doenças do coração, o diagnóstico da angina depende da avaliação do estado clínico do paciente e da realização de diversos exames, que servem para a identificação da doença.

Os principais exames que podem ser solicitados por um cardiologista em Uberlândia são:

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma, também conhecido como ECG, é um teste que serve para registrar a atividade elétrica do coração. Por esse motivo, ele pode identificar alterações que surgem em decorrência da angina.

Ecocardiograma

O exame ecocardiograma utiliza ondas sonoras para produzir imagens do coração. Dessa forma, por meio da sua realização, é possível avaliar o funcionamento do órgão.

Teste de esforço

Os testes de esforço estão entre os principais exames do coração, afinal, são muito importantes para avaliar a resposta do coração durante a execução de exercícios físicos. 

Angiografia coronária

A angiografia coronária, também conhecida como cateterismo cardíaco, é um exame que possui como objetivo identificar obstruções nas artérias coronárias.

Monitorização contínua de ECG

Assim como o ECG, esse exame serve para registrar a atividade elétrica do coração, identificando eventuais alterações. No entanto, esse é um procedimento que ocorre por um período prolongado, permitindo uma análise mais completa.

Tomografia computadorizada

Por fim, outro exame que pode ser solicitado para o diagnóstico de angina é a tomografia computadorizada. Esse exame serve para avaliar o fluxo sanguíneo nas artérias, podendo identificar alterações e obstruções.

O tratamento de angina

Com o objetivo de aliviar a dor, de melhorar a qualidade de vida do paciente e de reduzir o risco de eventuais complicações, o tratamento de angina é extremamente importante. Ele pode incluir:

Medicamentos

O tratamento para angina envolve o uso de medicamentos, como fármacos vasodilatadores, betabloqueadores e antiplaquetários. Essa medicação é essencial para reduzir os sintomas e para diminuir os riscos de complicações em decorrência da condição. 

Mudanças no estilo de vida

Além do uso de remédios, adotar um estilo de vida saudável, com uma alimentação balanceada, realização de exercícios físicos regulares, abandono do tabagismo e controle do estresse, pode ser essencial para melhorar a qualidade de vida e a saúde do paciente.

Procedimentos cirúrgicos 

Nos casos mais graves, os especialistas podem recomendar a realização de procedimentos cirúrgicos, como uma angioplastia, que serve para desobstruir as artérias, ou a implementação de um balão inflado nas artérias estreitadas, para melhorar o fluxo sanguíneo.

Recomendações para prevenir angina

  • Assim como outras doenças, a angina pode ser prevenida com um estilo de vida saudável. Para isso, algumas dicas são:
  • Mantenha um peso saudável;
  • Tenha uma dieta balanceada, com alimentos saudáveis e evite industrializados;
  • Faça exercícios físicos regularmente;
  • Diminua o consumo de álcool;
  • Abandone o tabagismo;
  • Controle o estresse;
  • Consulte-se com um cardiologista regularmente;
  • Tome os medicamentos prescritos e siga as orientações médicas.

Consulte-se regularmente com o cardiologista

Para preservar a saúde do seu coração e prevenir condições como a angina no coração, é fundamental consultar-se regularmente com um cardiologista de confiança. No Complexo UMC, você encontrará uma equipe de cardiologistas experiente e dedicada, pronta para fornecer avaliações precisas e orientações sobre como manter seu coração saudável. 

Agende sua consulta e dê o primeiro passo para cuidar do seu coração!

Referências:

Sociedade Brasileira de Cardiologia

FAQ

O que é angina no coração?

Angina no coração é uma condição caracterizada por dor ou desconforto no peito, em decorrência da falta de oxigênio no músculo cardíaco.

Como a angina é diagnosticada?

O diagnóstico da angina do coração pode ser realizado por meio de testes como eletrocardiograma (ECG), ecocardiograma, teste de esforço, angiografia coronária e monitorização contínua de ECG e outros.

Quais são os diferentes tipos de angina?

Os principais tipos são angina estável, angina instável e angina variante.

A dor no peito é o único sintoma da angina?

Apesar de ser um dos principais sintomas, alguns pacientes podem experimentar sintomas atípicos, como falta de ar, sudorese e náusea, sem sentir dores no peito.

Compartilhe: